<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d13038237\x26blogName\x3dAb%C3%B3bada+Palatina\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://abobada-palatina.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://abobada-palatina.blogspot.com/\x26vt\x3d-8593313784831305974', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script> <iframe src="http://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID=13038237&amp;blogName=Ab%C3%B3bada+Palatina&amp;publishMode=PUBLISH_MODE_BLOGSPOT&amp;navbarType=BLUE&amp;layoutType=CLASSIC&amp;homepageUrl=http%3A%2F%2Fabobada-palatina.blogspot.com%2F&amp;searchRoot=http%3A%2F%2Fabobada-palatina.blogspot.com%2Fsearch" height="30px" width="100%" marginwidth="0" marginheight="0" scrolling="no" id="navbar-iframe" frameborder="0"></iframe> <div id="space-for-ie"></div>

Abóbada Palatina

Um blogue que se escreve com 'gue'. Um humor à altura. || Digam coisas e assim ||

quinta-feira, setembro 1

A desenvolver em variações futuras: «Se as cidades tivessem sexo, Nova Iorque era de certeza um homem e Lisboa só podia ser uma mulher»

Há alguns dinheiros muito bem ganhos. Assim de repente, para além das proto-licenciadas que povoam as páginas de relax, surge-me Margarida Rebelo Pinto. É parecido, mas há diferenças. As suas prosas no Portugal Diário, por exemplo:

«É assim que vejo a minha cidade, confusa, perdida dentro de si mesma, poética nos miradouros, assustadora nas novas urbanizações sem lógica nem critério, onde edifícios vencedores do prémio Valmor toleram no silêncio do betão autênticos monstros arquitectónicos que me despertam uma alma implosiva, e de repente imagino-me num terraço qualquer da cidade a descer com convicção e ardor uma alavanca que reduzir a pó, cinzas e nada alguns destes abortos gigantes que me fazem doer os olhos e me ferem o orgulho alfacinha.»

Por mais que tentasse, nenhuma puta a concluir o seu bacharelato conseguiria escrever algo assim tão mau.

Há alguns dinheiros muito bem ganhos. Assim de repente, para além das proto-licenciadas que povoam as páginas de relax, surge-me Margarida Rebelo Pinto. É parecido, mas há diferenças. As suas prosas no Portugal Diário, por exemplo:

«É assim que vejo a minha cidade, confusa, perdida dentro de si mesma, poética nos miradouros, assustadora nas novas urbanizações sem lógica nem critério, onde edifícios vencedores do prémio Valmor toleram no silêncio do betão autênticos monstros arquitectónicos que me despertam uma alma implosiva, e de repente imagino-me num terraço qualquer da cidade a descer com convicção e ardor uma alavanca que reduzir a pó, cinzas e nada alguns destes abortos gigantes que me fazem doer os olhos e me ferem o orgulho alfacinha.»

Por mais que tentasse, nenhuma puta a concluir o seu bacharelato conseguiria escrever algo assim tão mau.


Didascálias [et al]

Um blogue tão cretino como qualquer outro. Um humor à altura. A blogar desde 20.Mai.05.


Santos da casa não fazem milagres

Esquerda, direita e pontos cardeais em geral
Da série marketing da Abóbada #1 #2 #3


Arquivos

Maio 2005  Junho 2005  Julho 2005  Agosto 2005  Setembro 2005  Outubro 2005  Novembro 2005  Dezembro 2005  Janeiro 2006  


At the bottom

Blogue Feed This page is powered by Blogger. Isn't yours?


Quem linka

[versão extensiva]